Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Canção do 38º BI
Início do conteúdo da página

Canção do 38º BI

Letra: Cel Tristão de Alencar Araripe

Música: Sgt Mozart Bicalho

 

Trinta e oito Batalhão de Infantaria,
Valoroso, muito audaz e destemido.
De Tibúrcio com toda galhardia,
Segue garboso seu destino merecido.

Escola de civismo e de bravura,
Aqui se forja a fibra altaneira,
Dos que saberão cair sem amargura
Na defesa da Pátria Brasileira.

Tanto na paz como também na guerra,
Saberemos altivos defender
O glorioso pendão de nossa terra
Contra o ousado inimigo que ofender.

Então do nosso sangue derramado,
Brotará do sacrifício a bela flor
A ornar o pedestal imaculado
Da honra nacional do seu fulgor.

Vigilantes, seguiremos a nossa sorte,
Na vanguarda sem dar tréguas ao inimigo.
Enfrentando os mais sérios perigos
Desafiamos sem temer a própria morte.

E nos momentos finais dessa arrancada,
Empunhando os fuzis com ousadia,
Gritaremos na ultima rajada:
"Trinta e oito Batalhão de Infantaria!"

registrado em:
Fim do conteúdo da página